quarta-feira, 17 de outubro de 2007

18º Corte ( - Jonas abriu os olhos. - )

Com dificuldade tentou levantar o corpo ferido, faltando dois milímetros de pele em quase toda a área das costas. Esforçou-se inutilmente. O magro rapaz encontrava-se preso numa velha mesa para exames ginecológicos.

Não conseguia enxergar além das vigas de sustentação logo acima. Parecia estar num grande sótão embolorado. Seu crânio estava preso entre duas placas de ferro adaptadas na mesa para obstruir a visão do rapaz. (Conforme as técnicas descritas no Manual Universal de Tortura Contemporânea ensinavam). Jonas sentia fome, suava muito e reparou de repente que estava sem as roupas.



“Que espécie de maluco faria isso comigo?!” disse em voz baixa.

Ficou ali parado escutando seu estômago roncar por mais vinte minutos, sentindo o suor umidecendo seu corpo. Abafado.

De repente, fez-se ouvir uma voz:

“Um pervertido sexual, talvez. Por quê? Tem algum problema nisso?”

“Quem está aí? O que eu fiz pra você me prender??”

Ele mesmo. Não era Lúcio, mas a voz reverberante de sua esquizofrenia congênita. O nome era:




"Senhor Stephen K., Muito prazer.”





E não se esqueça de fazer parte da comunidade! http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=26514722

19 comentários:

Anônimo disse...

Pedro:

Acabei de ler, achei bem escrita, a idéia de introduzir a forma como o cisto chegou ou no porco para explicar por que o Lúcio é doente também ficou bem legal, vamos esperar para ver o resto =D

Peri disse...

Obrigado Pedro, espero que eu consiga agradar-lhe sempre.
Um forte abraço!

Aline disse...

olá
como pedido dei uma lida no seu 18º post.
achei muuito interessante a idéia que está aparecendo nessas linhas tortuosas de uma mente criativa e, desculpe o perdão da palavra, sem muito o que fazer....creio eu ser o ócio muuuito produtivo...principalmente para escrever...pelo menos o é para mim.
continue assim...e mande um texto compilado dos outros posts, se tiver tempo, por e-mail...pq como boa preguiçosa assim é mais cômodo, hehehe.
beijinhos e uma boa noite para você.
obs.: a foto do stephen k. é mt bacana.

Peri disse...

Vão aparecer muito mais, cara.
Além do que já tenho minha história no email pra isso mesmo. Mas eu demoro mais ou menos um dia pra escrever e não dá pra ficar tão ocioso assim... alguns vêem novelas, outros jogam futebol, eu como carne e escrevo livros ^^simples!

Valeu mesmo pelo apoio.
Você e todos os leitores são a razão de eu escrever e fazer o que amo. Um forte abraço e nos vemos no próximo capítulo.

vanessa disse...

nossa..qnt coisa eu perdi..
sua trama esta muito boa msm!
já pensou em publica-la???
semrpe quer der passarei aqui viu?
fui

Orlando disse...

Não se preocupe, acho que você vai ser a primeira a receber uma edição de cortesia. Valeu mesmo!

Igor disse...

a ironia de ser um homem preso a cadeira ginecologica é instigante

Peri disse...

Cara, seu comentário só foi o mais engraçado! Valeu mesmo!
Vou tomar providências para que a ironia permaneça frequente...
Um forte abraço!

Anônimo disse...

Thyago :
Cara li o carne humana, vc tah cada vez mais se superando, tah cada vez mais emocionante, sangrento e com a dosagem q só vc consegue fazer...
Tahhh demais mesmo...

Abraçãozãooo!!!

Anônimo disse...

luciano:
po cara esta cada dia melho
serinho esta muito maneiro
vc sabe como eu so se tivesse ruim
eu falaria com serteza valeu abração..

MARLO RENAN disse...

Li esse seu último post.

Gostei da narrativa, é uma trama bem amarrada e que prende o leitor (não li os posts anteriores, mas deu pra entender o que você quer transmitir).

Também visitei seu outro blog, ".", e o achei muito polêmico (gosto dessas coisas polêmicas).

Adoraria que você visitasse novamente o meu e lesse a última publicação.

Grande abraço.

The Black Swan disse...

Hum...eu não sou exatamente do tipo que gosta de histórias com essa temática,mas eu gostei do que você escreveu =].
A forma como você constrói o clima exterior através das sensações do personagem é ótima...
O Lúcio/Stephen,é um sociopata,não é?

The Ethereal Beatnick disse...

Esqueci de deixar minha identidade...

Peri disse...

Sempre que puder comentem mesmo!
É importantíssima a opinião de vocês.

Sinceramente, ainda não se posso encaixar Lúcio na definição de sociopata, mas esteja certo de que nunca vai ser um cara muito comum.

Só uma pequeno detalhe: Jonas é o senhor Senhor Stephen K., não Lúcio ( até agora...)

Um forte abraço.

Policarpe Di Emili disse...

gostei muito do texto...mas resta uma curiosidade, a curiosidade de um leigo:a explicação para a demência do Lucio a partir da carne do porco contaminada tem sustentação científica??

alineaimee disse...

interessante a história, a condução, essa coisa de pastiche virtual que atiça a curiosidade. gostei!

Peri disse...

A questão da demência é uma possibilidade. Estudei isso no segundo grau numa matéria chamada de parasitologia... n é poca só era por gosto mesmo que estudava, agora vejo qua tá servindo pra alguma coisa hehehe!

Quanto a condução da história, está sendo um prazer escrevê-la dessa forma.

Um forte abraço!

Anônimo disse...

Laís:
Nossa! O moço é um escritor!!Isso é algum tipo de livro que vc escreve? ou vc copia d algum lugar..desculpe a ignorancia!
Poxa..estou mt desenformada por isso fiquei perdida na historia! Mas eu achei mt bem escrito! por isso pergunto se eh seu msm...
beijos

Peri disse...

Com certeza! Acho que Deus não criou um cara tão doente pra escrever uma história assim... talvez piores, mas nunca igual!^^