quinta-feira, 23 de agosto de 2007

14º Corte ( - Eu ouvi: - )

“Ode a morte, Opus seiscentas e sessenta e seis”.

Tudo porque um cara bonito mudara de idéia e resolvera atirar...

Áhlima e Iúre correram para a porta fazendo ruídos metálico com a cadeira de rodas.

Eu caí, sentindo uma leve dormência devido aos pedaços de chumbo que penetravam minhas costas. Minha coxa esquerda se encharcou toda com o sangue do meu traseiro. Esse projétil desgraçado saiu pela parte da frente da minha perna.

Além do barulho ensurdecedor dos tiros e da cadeira de rodas se afastando desesperada, eu pude ouvir Júlio gritando aos seus colegas:

“O maluco jogou a bomba, cara! Corre! Corre, senão a gente vai morrer!!!”



O explosivo de fabricação caseira voou da mão de Iúre até chocar-se na superfície áspera de uma das mesas, estimulando os componentes químicos instáveis no interior da embalagem reagirem.

Iúre atirou-o bem longe do meu corpo caído no chão.

Mas não o suficiente para evitar que eu sentisse seu calor, e me fazer umas queimaduras de primeiro grau nas pernas.

Choveu sangue de alunos secundaristas para todos os lados. A decoração fora radicalmente modificada naquele dia. Disso não se podia duvidar.

A fuga dos dois prosseguiu até alcançarem o ar mormacento das ruas. Para bem longe de mim e dos tiros homicidas.

Eu fiquei ali, deitado, apreciando o cheiro de carne queimada dos colegas de Júlio. Que por sua vez, se abrigou bem rápido, usando dois de seus companheiros como escudo humano. Para o alívio das garotas que o idolatravam, saiu ileso daquela explosão.

Antes de meus sentidos caírem num profundo torpor, alguém se aproximou de mim, eu acho. Mas não agüentava mais a dor. Adormeci como uma criança com as pernas queimadas.

Foi naquele dia, não sei se em sonho ou desperto que vi pela primeira vez Stephen.

Meu amigo, um dos melhores: senhor Stephen K.

16 comentários:

Peri disse...

Desculpem minha demora na publicação, mas umas dores de cabeça e cotovelo tem me acometido ultimamente (né R.!?), retardando muito minha produção no Carne Humana.

Mas agradeço ao Bruno e à Rosana nesses últimos dias.
Bruno por ser chato pra cacete e acabar me insentivando com isso a terminar esses últimos capítulos.

À Rosana. Por ter me esfolado os cotovelos com seu frio moedor de carne. E me mostrar que a vida de enfermeira é pior do que a de um açougueiro...^^

Também agradeço a Suélen doente, por ter me parado na rua e dado uma bronca por ter demorado a escrever a história!P

Na verdade, agradeço a todos vocês que lêem, mesmo não comentando, e apreciam minhas insanidades escritas por aqui...
Valeu mesmo, caras...

Bruno,Idiota Master disse...

Parabens,muito bom,muito bom.
Iure mostrou sua personalidade forte.

O Jonas ainda está meio bundão,mas tenho toda certeza que você vai reservar algo muito "Especial" a ele.

Parabens,ótimo capitulo.
Imagina se o Jonas fica paraplégico também,aauhauahuahauaha.
Por quê chumbo não é algo bom de levar.

Abraços,parabens

Peri disse...

Cara, meu publico alvo é o mundo,não só os paraplégicos, por isso pode tirar o cavalinho da chuva...
Personagens que não são amputados e tem a secibilidade das pernas também podem ser interessantes.
^^

Leandro,o Alfalfa disse...

Cara boa história... envolvente e cadenciada.
um pouco do seu móbido humor ajudam na harmonia.
As personagens têm personalidades interessantes, porém delicadas e instáveis.
aho que qualquer elogio que eu possa virr a fazer agora já deve ter sido feito por algum outro leitor mais assíduo, entretanto notei algo que não entendi muito bem: a história é narrada em cada capítulo de uma forma diferente, em alguns é predominante o narrador personagem, mas em outros parece que há um narrador externo à história. Minha confusão é a seguinte: isso é proposital, ou aconteceu com o desenvolvimento da história?

Peri disse...

Caríssimo ALFAFA!

Fico feliz por ter recebido um comentário tão positivo de uma pessoa tão inteligente como você.
Tenho feito essa variação de narrativa como um exercício de escrita e por um outro motivo que vocês verão mais afrente inerente a própria história.

Para que eu pudesse explorar um tom mais lírico na história.
Facilita na hora de escrever.

Valeu mesmo, rapaz.
^^

Pacato disse...

Ae cara, gostei do li aqui acredito q ainda é cedo p fazer algumas observações mais precisas e concluvisas pela pouca leitura dos textos, mas rapá segue com esse barco que tem muito oceano pra navegar. Abração!

Peri disse...

Valeu mesmo, cara.
Vou me esforçar bastante pra que consiga navegar e sufocá-los em minha tenebrosa embarcaçã... hehehehe!
Brincadeira. Ou quase.

É um pouco difícil escrever em volumes grandes por dois motivos:

1º - Estou dividido em uma dezena de tarefas e projetos, esse é só um treino pra mim.

2º - Não quero sair escrevendo qualquer coisa pra vocês e fazê-los perder tempo com uma história fraca e sem graça. Senão não tem sentido escrever...
Abração!

Daniel Norton disse...

E ae cara, tudo bem?

Andei sumido pq estava estudando pra 1� fase da OAB, to fazendo adiantado, e consegui, passei!
Agora s� falta passar na 2� fase!
hehehehe

Rapaaz, ta muito maneira a hist�ria!
Iure � muito foda!
hehehehehehe

� um cotidiano meio Mad Max (lembra desse filme?), muito show!
Seria interessante q vc mostrasse tb um pouco mais sobre essa sociedade, o lugar aonde eles vivem, o q as pessoas "normais" d l� pensam!

Abra�o!

Peri disse...

Aos poucos vou inserindo isso, mas tenho que fazer em referência aos personagens, senão ficará meio forçado.

Mad Max? Simplismente foi minha infância! Dá pra ver claramente a influência no ambiente caótico que insiro minhas personagens...

Parabéns pelo exame, e não esquenta cara, se você estiver sumido sei que não é por mal. Sei que você é um cara com quem posso contar!

Espero que quando eu cometer o meu primeiro homissídio você possa me ajudar alegando minha insanidade mental... brincadeira!P

^^

Antonio disse...

to achando legal bombas explodindo, pessoas morrendo,pessoas explodindo... ta ficando interessante rsrs

thanus_90 disse...

cara...
vc ja pensou em escrever um livro??

ou montar um personagem com o intuito de ganhar dinheiro??
acho q tu leva jeito!

eu to com um video do berserk e um anime japones bizarro de mais
se quiser depois te empresto(mais só se tu me emprestar as tuas revista do lobo hehehe)

ass: O OGRO

Markiño disse...

Um bom poster, continue assim Peri, e uma pergunta. Posso divulgar seu blog?

Pedro disse...

Legal cara, Bem dramático seu conto.

Estarei sempre aqui lendo as suas palavras. Boa sorte.

Peri disse...

Claro cara!
Você estaria fazendo um grande favor!

E Pedro, tu sabes que é meu tradutor oficial aí na espanha né, cara!

Valeu a consideração pessoal!

***milly*** disse...

poh ,muito fodah peri ....
sem palavras ...hehe...
meio bicha mais legal ...

bjundasssss......

Peri disse...

Bicha? Tudo bem, adimito, pessoas se mutilando e explodindo é uma coisa bem "bicha" mesmo... hehe